Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MEU ALENTEJO

ESTE BLOG E DEDICADO AO ALENTEJO E A MINHA TERRA QUE SE CHAMA "ALMODÔVAR"

ESTE BLOG E DEDICADO AO ALENTEJO E A MINHA TERRA QUE SE CHAMA "ALMODÔVAR"

MEU ALENTEJO

28
Fev10

TAO COMPADRES

silvia

TAO COMPADRES NOSSO LINDO ALENTEJO NAO HA IGUAL EM PORTUGAL SOMOS OS MAIS HOSPITALEIROS.....AINDA CONTAM ANEDOTAS FAZENDO POUCO DOS ALENTEJANOS ATAO VAO PRA LA NUM DIA DE 46 GRAUS DE CALOR PRA VEREM SE AGUENTAM SAO OS MAIS FORTES.....MT ORGULHO DE SER ALENTEJANA

28
Fev10

A cozinha alentejana

silvia

A cozinha alentejana atinge a excelência da arte. Como pratos típicos servem-se desde o gaspacho frio à açorda quente com ovos, bacalhau ou sardinhas assadas, às sopas de tomate, da panela , de cação, de cachola, de batata, de beldroegas, de cebola, às migas alentejanas com entrecosto frito, o ensopado de borrego ou o... borrego assado, os pézinhos de coentrada, o cozido à alentejana, ou ainda os enchidos para acompanhar uma boa favada.
Queijos frescos, curados ou de meia cura, azeitonas pisadas ou arretalhadas.
E dos doces aqui fica a lembrança das tibornas de amêndoa e gila, o sericá oriundo de terras orientais, o arroz doce, as queijadas, o toucinho do céu, os nógados, os bolos fintos , as filhós e as azevias e outras apetitosas guloseimas de velho sabor conventual.

27
Fev10

Ser poeta é ser mais alto,

silvia
Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

Florbela Espanca
E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!
 
 
Adicionada por Filomena Barata
para o grupo ALENTEJANOS NO FACEBOOK

 

Alqueva em construção.

 

27
Fev10

As sombras do alentejo

silvia

 as sombras do alentejo
há muito tempo que acabaram
assim ficou indefeso quando as azinheiras arrancaram
continuando as asneiras
e para maior desprezo
vão também as oliveiras
as sombras do alentejo

(autor João Rosa)

 

Adicionada por Lino Rosa
para o grupo ALENTEJANOS NOFACEBOOK

Pág. 1/9

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D