Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

MEU ALENTEJO

ESTE BLOG E DEDICADO AO ALENTEJO E A MINHA TERRA QUE SE CHAMA "ALMODÔVAR"

ESTE BLOG E DEDICADO AO ALENTEJO E A MINHA TERRA QUE SE CHAMA "ALMODÔVAR"

MEU ALENTEJO

12
Jan10

Provérbios Do ALENTEJO

silvia

Provérbios

Águas passadas não movem moinhos.

- As paredes têm ouvidos.

- A pensar morreu um burro.

- A união faz a força.

- Antes que o mal cresça corta-lhe a cabeça.

- Até S. Pedro de vinho tem medo.

- Atrás de tempo tempo vem.

- A verdade é como o azeite, vem sempre à tona da água.


- A preguiça morreu de sede à beira da água.

- Alentejanos, algarvios e cães de caça é tudo da mesma raça.

- A rico não devas e a pobre não prometas.

- Amor com amor se paga, e com desdém se paga também.


- A tua fama longe soa e mais depressa a má , que a boa.

- A mentira só dura em quanto a verdade não chega.

- Ande o frio por onde andar, no Natal cá vem parar.

- A cavalo não se olha o dente.


- As palavras loucas, orelhas moucas.

- Antes a pobreza honrada do que riqueza roubada.

- Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.

- Amigo verdadeiro, vale mais do que o dinheiro.

- Ao bom darás e do mau te afastarás.

- A cavalo dado não se olha o dente. 

- A mentira só dura em quanto a verdade não chega.

- Apanha o cajado quem se mete onde não é chamado.

- Aos meninos e aos borralho põe-lhe Deus a mão por baixo.

- Amigo não empata amigo.

- Cá se fazem cá se pagam.

- Cão que ladra não morde .

- Coração quente amor ardente.

- De ferreiro a ferreiro não passa dinheiro.

- Do trabalho e experiência aprendeu o homem a ciência.

- Dá Deus nozes a quem não tem dentes.

- Devagar se vai ao longe.

- Depois da casa roubada trancas à porta.

- Diz-me com quem andas dir-te-ei quem és.

- De livro fechado, não sai letrado.


- Deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer.

- Devagar se vai ao longe. 

- Do longe se faz perto.

- É má a ave que seu ninho suja.


- Em Janeiro sabe o outeiro. Se vieres verdejar, põe-te a chorar, se vieres nevar, põe-te a cantar.

- Em terra de cegos quem tem olho é rei.

- É de pequenino que se torce o pepino.

- Em Abril águas mil. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D